segunda-feira, 4 de outubro de 2010

DIREITOS, VOCÊ TEM!!!

O Supremo Tribunal Federal (stf) reconheceu o direito dos GUARDAS CIVIS METROPOLITANOS  de São Paulo à aposentadoria ESPECIAL.
A DECISÃO É DEFINITIVA, ou seja, todos os pedidos de servidores que chegarem ao Tribunal serão julgados da mesma forma.
Segundo o advogado RAFAEL MARCATTO, do escritório Advocacia Marcatto, que ganhou a ação a favor dos GUARDAS CIVIS, embora o direito seja garantido na justiça, o benefício ainda não é concedido no setor de recursos humanos da prefeitura.
"Todos devem entrar com um mandado de Injunção (instrumento da justiça que permite regular um ponto da Constituição que ainda não entrou em vigor) no STF", diz.
A aposentadoria especial no serviço público está prevista na Constituição, mas depende de regulamentação no Congresso Nacional. Enquanto aguardam o direito passar a valer, os servidores têm entrado com ações na justiça para solicitar o benefício. Os tribunais eo STF têm sido favoráveis aos trabalhadores.
No caso do GUARDA CIVIL, o direito permite que ele se aposente após 25 anos de trabalho ou que converta o tempo especial em comum, o que aumenta o valor do benefício em 40%. "É um grande negócio".(fonte-folha de São Paulo).

RECONHECIMENTO!!!

Durante o evento de Formatura da GCM de Mongaguá, destaque para o SINDGUARDAS B.S. que foi homenagiado pelo o seu empenho e luta para melhorar a categoria, o Vice-Presidente Aguiar recebeu das mãos do Prefeito Sr. Paulinho um troféu lembrança que destaca o novo Brasão da GCM o qual o SINDICATO ajudou a aprovar, projeto para todas as GCM's da Baixada Santisa.

AÇÃO SINDICAL!!!





No último dia 01/10/2010 nesta sexta-feira por volta das 20:30 no teatro municipal Raul Cortez na Cidade de Mongaguá, o Sindicato dos Guardas Civis Municipais da Baixada Santista (SINDGUARDAS B.S.) representado pelo Diretor Cristiano eo Vice-Presidente Aguiar esteveram presentes na cerimônia de formatura para prestigiar e parabenizar toda a tropa dos GCM's de Mongaguá.
A tropa passou pelo curso com grade curricular exigida pelo Senasp(Secretaria Nacional de Segurança Publica) com mais de 500 horas aula entre teória e prática.
O SINDGUARDAS B.S. parabeniza a todos, e em especial o Comandante Sr. Neto eo Prefeito Sr. Paulinho, pela postura e atitude em relação a Segurança Pública e sua Polícia Municipal!!!
Compareceu tambem o Inspetor Regional da Guarda Civil Metropolitana o Sr. Padilha que contribuiu para a realização do curso.
PARABÉNS GUARDA CIVIL DE MONGAGUÁ!!!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

ESCLAREÇA SUAS DUVIDAS!!!

IPA ( international Police Association)

A IPA (International Police Association) é um órgão de intercâmbios de policiais do mundo inteiro, onde podem se conhecer e se inter relacionar tanto em serviço (cursos, seminários, congressos, estágios e intercâmbios policiais) como nas folgas (passar férias em algum país que é filiado a IPA no mundo). Nos dois casos os policiais ficam hospedados em quartéis de polícia ou nas residências de policiais filiados.
A IPA é um órgão ligado a ONU (Organização das Nações Unidas) e para se filiar a IPA no Brasil, basta ser policial federal, rodoviário federal, ferroviário federal ou Guarda Municipal. Como a IPA é ligada a ONU, para as Nações Unidas as polícias de população são polícias civis, pois polícias militares são polícias de forças armadas (exército, marinha e aeronáutica), não são reconhecidas como polícia de segurança de população, por este motivo, policiais militares NÃO podem se filiar a IPA. Esse entendimento é fruto de acordo internacional promovido pela Organização das Nações Unidas.
Segundo o Professor Jarim só existem 4 paises que ainda mantém Polícias Militares com atuação na segurança das pessoas: Brasil, Somália, Vietinã e Gabão (Os três últimos não são filiados à ONU)
A Associação dos Inspetores esteve presente na IPA com o presidente da seção São Paulo, Professor

Jarim Lopes Roseira, em um clima amistoso de troca de informações, para futuros intercâmbios e maior aproximação entre as duas entidades de classe (IPA e Associação de Inspetores).http://www.ipa-brasil.org.br/
Jarim Lopes Roseira é Policial Civil aposentado, Professor nos cursos de formação na Academia da Polícia Civil do Estado de São Paulo e membro de bancas examinadoras em concursos públicos da Polícia Civil-SP